Voltar






NA VERTIGEM DA EMOÇÃO, UM CORAÇÃO GALOPA-LHE DESORDENADAMENTE. ÀS CEGAS, JÁ SEM FÔLEGO, DESCUIDADA NA FORMA DE ANDAR, DEU MAIS UM PASSO, HESITOU MAS DEU MAIS UM PASSO,E JÁ IMENSAMENTE PRÓXIMA, SUSPIROU AQUELA VONTADE FORTE - DÁ-ME UM BEIJO! IMPLOROU-LHE COM OS OLHOS – DÁ-ME UM BEIJO! (OU VOU TER QUE O IMAGINAR). DEIXOU CAIR O VESTIDO PELO CORPO E A VIRTUDE, ESSA ESBATEU-SE COMO A PASSA DE UM CIGARRO QUE SE DEVOLVE AO AR, CAMINHOU ATÉ À PORTA DA RUA E PROMETEU-LHE NÃO VOLTAR. E EM NOME DE TUDO QUE SÓ SE SENTE NUM ABRAÇO… PENSARAM BAIXINHO – TERÍAMOS SIDO FELIZES, SE POR INTEIROS OS NOSSOS LÁBIOS ENTREGÁSSEMOS E SEM MEDO FALÁSSEMOS DO MEDO DE NÃO FICAR ..




2 comentários:

Anónimo disse...

Algum motivo para censurar a foto??
rsrsrsrs
Chocolat Noir

Censurada disse...

Algum motivo para não o fazer, Anónimo?