Dá-me



Rouba, um final feliz, a um folhetim qualquer…

Rouba, rouba, para mo ofereceres.

Sem comentários: